quarta-feira, 11 de março de 2009

Entregue

Hoje enfraqueci. Cai do alto das torres todas que me protegem. Perdi meus grilhoes, meus alicerces e chorei.
Não houve nada, só abri mão da forca, da convicção.
Tive medo, quis colo, quis ouvir ''estou aqui''...
Abri meus portões de ferro, arranquei meus escudos orgulhosos, fiquei indefesa.
Quero mais é ir na calma, só que meu coração também precisa de amparo... Precisa de alento para acreditar...
Não é sempre que assumo perder as espadas, nem costumo deixar-me perdê-las... Mas as vezes é bom ser a princesa e não o heroi...desesperar-se por nada ao lutar no suor da vitória...ser a espera ao invés de conquistar...
Minha lágrimas teceram meu vestido de brisa, este me concedeu meu perdão. Não há força que dure para sempre.

3 comentários:

mari disse...

auQuerida!!

Quando precisar de colo , sempre estarei aqui... Te amo...

Anônimo disse...

Ai, cacete! Acho que vou me supreender com esse seu blog!!
Vou usar esse texto porque ele é lindo...
IAUuhah
Caramba, se eu ficar aqui acabo não fazendo nada da puc.
Mas um dia eu volto para ler o resto...

Ai, Lau, você é o máximo!
S2 with love.
Thanks 4 all

Edlaine

GuzZz disse...

laura kerida, qdo conversaremos?? rs

bjo kerida, vc escreve mt bem!