terça-feira, 25 de novembro de 2008

Longe dos sonhos.

Meu coração está em prantos,

em meus olhos os ventos são de inverno,

Lágrimas brincam de sangue

rubras bochechas minhas mentem,

Estou partindo, estou partida...

Nos meus braços embalo minha dor.

Caminho discreto, sem despedia.

Meus colares pesam a solidão...

Não sei a quem arranquei as viceras

Para em sina não viver o amor.

Um comentário:

Lucas Grosso disse...

Laura on the Cowboys's State, han?

We are missing you, dear!